você já caminhou pelas costas do profano para então chegar ao precipício de onde é possível contemplar o que existe após os limites da moralidade?

a esperança é uma arma de dominação. aqueles por onde nas veias vive a esperança são incapazes de criar o mundo pelo medo de perdê-la. quando não se tem esperança, não se tem nada a perder. o que resta aos desesperançados é transformar.

percamos todas as esperanças, pois são também elas males nas nossas caixas de pandora.